Um homem em seu Cavalo e sua Empresa.




Existe uma história sobre um homem montado em um cavalo, galopando rapidamente pela estrada.

Aparentemente ele está indo a algum lugar muito importante.


Um outro homem, parado ao longo do caminho, grita:


“Onde você está indo?”


O cavaleiro responde:


“Eu não sei! Pergunte ao cavalo!”


Esta é a história de muitos empreendedores, que estão montados no cavalo de seus negócios, cavalgando todo dia, mas sem a menor ideia para onde estão indo, muitas vezes andando em círculos.

Ao final de cada dia, se sentem cansados e com a sensação de que não realizaram muita coisa e não estão indo a lugar nenhum.


No dia seguinte, montam no cavalo novamente e recomeçam esta jornada sem destino.

As consequências desta cavalgada louca podem ser muito ruins e perigosas para você e seu negócio...


... você pode estar perdendo tempo, tomando decisões aleatórias, reagindo a cada situação que aparece no momento, mudando de direção a cada novidade ou boa ideia que surge no horizonte.

... você também pode estar desperdiçando recursos valiosos do seu negócio, sem concluir as estratégias e ações que inicia, começando sempre de um novo marco zero.

... sua equipe e seus parceiros podem estar cansados das constantes mudanças de orientação, o que coloca você em descrédito, comprometendo sua liderança.

... ao final você e sua empresa completamente exauridos e com resultados medíocres podem acabar desistindo da jornada que começaram.


Para evitar esta situação e suas consequências, há uma coisa que você deve fazer na fundação do seu negócio.

Se o seu negócio já existe há algum tempo, pense nisso como um reinício.


Você, junto com seus sócios, caso os tenha, ou com os seus colaboradores mais importantes, deve definir o destino final do seu negócio.


Isso mesmo!


Como numa viagem de férias com a sua família, primeiro você devem definir onde querem chegar.


Muitos conhecem isto como a Visão do negócio.


Eu prefiro usar o termo Objetivo Grande, Audacioso e Cabeludo cunhado por Jim Collins e Jerry Porras em seu famoso livro Feitas para Durar...


... grande porque ele é muito, muito maior do que sua empresa é atualmente

... audacioso porque muitos vão duvidar da possibilidade de ser atingido

... e cabeludo porque irá exigir um enorme esforço de todos para conquistá-lo.


Chegar ao objetivo grande, audacioso e cabeludo da sua empresa não será tarefa fácil, mas será determinante para o seu sucesso.


Ele irá funcionar como uma estrela guia para sua empresa e seus colaboradores.

A partir dele, todas as decisões de negócio serão tomadas.


Sempre que alguma estratégia, ação, despesa ou investimento estiver em pauta, sua escolha será feita com base nesta pergunta:

“esta decisão está nos levando na direção de nosso objetivo maior?”


Se a resposta for positiva, você e sua empresa estão na direção do sucesso.


Se for negativa, melhor descartá-la, evitando prejuízos e perda de tempo.


Seu objetivo grande, audacioso e cabeludo vai ser também fundamental na construção e motivação da sua equipe.


Todo colaborador da empresa deve ter conhecimento deste objetivo e estar perfeitamente alinhado com ele desde o primeiro dia.


Ajudar a empresa a alcançá-lo deve ser também parte de seu objetivo pessoal, motivando-o a exercer sua função e executar suas tarefas com excelência.


Imagine um barco a remo onde os remadores sabem onde estão indo. Todos remando para o mesmo lado, colocando toda sua energia possível em cada remada que dão.


Eu sei que isto parece irreal, com todas as dificuldades que existem para se ter um time vencedor de colaboradores.


Mas você também sabe que é muito pior quando sua empresa não tem esta direção clara e o engajamento da sua equipe.